Cases

Belmok

A Belmok já possuía 17 anos de experiência quando escolheu a Datapar como parceira na gestão de seus negócios. Segundo o diretor administrativo e financeiro, Draiton Boldrini, a possibilidade de integração entre o controle operacional e o de manutenção foi o principal atrativo para implantação do Rodopar®. “Antes, tínhamos dois sistemas. Com o Rodopar®, integramos os controles de combustível, manutenção e operações gerais. Apenas um lançamento e todos dados de compra, suprimento e manutenção são alimentados. Isso facilita bastante”, conta.

Com mais de 100 clientes ativos, cerca de 400 conjuntos próprios e 200 agregados, a Belmok é hoje uma das maiores transportadoras do País. Iniciou suas atividades sediada em Alfredo Chaves/ES, com o transporte de cerveja para o Rio de Janeiro e Minas Gerais. A partir de 2000, já instalada na nova sede em Viana/ES, ampliou sua atuação, atendendo clientes de diversos segmentos, entre os quais a Unilever, a Petrobras, a Bauduco, a Souza Cruz e a Coca-Cola.

Gestão de Operações

A parceria com a Datapar começou em 2008. Desde então, o avanço nos processos é visível em todas as áreas de administração da empresa, com destaque primordial no que diz respeito à gestão de operações. No módulo de Gestão de Ocorrências, criado exclusivamente para a Belmok, o Visual Rodopar registra todas as intervenções que possam ocorrer no transporte, desde o carregamento até a entrega. Draiton explica que funciona como um call center para o cliente e, desta forma, os principais gargalos são identificados, registrados e mais facilmente resolvidos.

O Painel de Operações - outro módulo do Rodopar® em funcionamento pleno na transportadora - permite visualizar a empresa como um todo. Nele, como explica o diretor, os dados são mostrados de forma clara e completa. Tudo isso ajudou a Belmok a conquistar produtividade de frota, redução de custo e controle total das operações, o que culminou no crescimento de 35% a 40% ao ano.

Processos Customizados

Draiton também ressalta a facilidade no acerto de contas com os motoristas. O pagamento na Belmok prevê uma combinação dos valores de frete, combustível e peso transportado. Antes do Visual Rodopar, esse valor era calculado manualmente, e várias vezes o trabalho tinha que ser refeito. Depois da implantação, ficou muito mais fácil controlar e pagar cada colaborador. O diretor ainda destaca a aproximação entre as diretorias: “O forte da Datapar é que tratamos diretamente com o dono. Assim, somos atendidos rapidamente, sempre que precisamos”.

Para os próximos anos, a meta da Belmok é construir um dos maiores centros logísticos do país, com 450 mil m² e investimento de R$ 150 milhões. Com isso, a transportadora vai diversificar ainda mais seu trabalho e oferecer ao cliente todas as opções em logística além do transporte. Com certeza, a Datapar e o Rodopar® estarão presentes em mais esta conquista.